O Shabat não sai de Férias - 2017

Shabat na praia 2017E por mais um ano, O Shabat não sai de férias, esteve na praia (13/1/2017). A Diretora da SIBRA, Liana Yara Richter, deu as boas vinda em nome da SIBRA e cumprimentou os presentes.

Um obrigado muito especial para Iara Spiguel, Silvia Mônica Richter e Liana Yara Richter pelo sucesso do projeto conjunto WIZO-SIBRA, apreciamos e reconhecemos o vosso trabalho.

O nosso muito obrigado à construtora Melnick-Even por ter recebido o nosso serviço religioso no showroom do futuro condomínio Blue. Ana Tetelbom Schuchmann e Guershon guiaram o serviço religioso acompanhados da Martina Gus Galbinski.

Obrigado a todos os que participaram!!

Leia mais...

Tempo de agradecer, por Guershon Kwasniewski

Placa homenagem ao GuershonFoi tão imensa e emoção que vivi na SIBRA no dia da minha instalação rabínica que ainda estou flutuando nos meus sentimentos.

Me tocou muito o salmo que cantaram em hebraico na hora da minha entrada, Salmo 126:5 "Certamente os que ora semeiam em lágrimas hão de chegar à colheita com alegria".

Foi uma noite de pura alegria, sorrisos, emoção e muitos abraços.
Gostaria agradecer à Diretoria da SIBRA e muito especialmente o nosso Presidente o Dr. Daniel Weiss por terem cuidado de cada detalhe.

Obrigado amigo Rabino Uri Lam pela tua vinda até Porto Alegre, pelo capricho da cerimônia de instalação.

Leia mais...

O Rabino Uri Lam, de BH, homenageia o amigo Rabino Guershon Kwasniewski

Temos um Novo Rabino

Recebi com emoção o convite para dirigir o serviço de Shabat – nesta sexta-feira, dia 16 de dezembro de 2016 – no qual o Guershon será formalmente instalado como rabino da SIBRA.

Enquanto escrevo estas palavras, o líder religioso da SIBRA, Sociedade Israelita Brasileira de Cultura e Beneficência de Porto Alegre, deve estar vivendo seus últimos momentos antes de receber o tão esperando título de Rabino. Mas para todos os membros da SIBRA, Guershon Kwasniewski já é o seu rabino nos últimos 20 e tantos anos. Nossas histórias são paralelas em muitos sentidos. Assim como o Guershon, por muitos anos dirigi serviços religiosos, ensinei, celebrei cerimônias judaicas, participei de encontros inter-religiosos e fiz quase tudo o que cabe a um rabino fazer – sem ter o título de rabino.

Assim, eu sei muito do que o Guershon deve estar sentindo neste momento. E ele sabe mais do que ninguém a emoção que eu senti quando da minha semichá – a minha ordenação rabínica em Jerusalém, em 2012. Dos rabinos do Brasil, ele era um dos poucos que estava presente. Também estava lá o rabino Adrian Gottfried, da Comunidade Shalom de São Paulo, filiada ao movimento masorti – prestigiando a ordenação rabínica de seu irmão, o querido Esteban Gottfried, que se tornava rabino junto comigo. Esteban é rabino da Beit Tefilá Israeli, uma das comunidades mais criativas que conheço, responsável por serviços de Shabat memoráveis à beira do mar em Tel Aviv, durante o verão israelense.

Leia mais...